Não cometerei os mesmo erros anteriores, não mas.

maio 21, 2010

São tantas coisas que passam em minha mente, já tentei tomar muitas decisões, algumas não iriam fazer diferenças, outras poderiam mudar minha vida por inteira. Coragem, foi o que faltou para muitas decisões difíceis. Pensei muito em outras pessoas, em vez de pensar em mim própria, por muitas vezes esqueci quem eu era, e fui quem queriam que eu fosse. Fiz coisas por impulso, me arrependi. Deixei de fazer o que eu realmente queria. Me arrependi de novo. Vi coisas que nunca queria ter visto. Ouvi coisas que me arrancaram lágrimas, de tristeza e também de alegria. Pessoas me alegravam, outras me destruíam ao poucos. Decepcionei pessoas, mas o pior foi que muitas mais me decepcionaram. Mudei por algumas pessoas. Me arrependi. Resolvi mudar por mim mesma. Mudei. Chorei por muitas pessoas. Não sei se choraram por mim. Sorri por pessoas importantes, ou por pessoas que mereciam meu sorriso, pelo menos naquele instante. Foi bom. Hoje acho que com tudo que já vivi, estou um pouco 'madura', não penso mais da mesma forma que antes, acho que deve ser bom. Penso de uma forma diferente, mas ainda tenho muitos defeitos para serem 'concertados', mas apesar de tudo estou bem comigo mesma, já não ligo para as criticas como antes. Tento também não criticar. Não me rotulo, e não gosto que me rotulem, só quero ser eu, esse ser estranho e diferente de tudo o que você imagina que eu seja. Não mudo mais por ninguém, mudo por mim. Não cometerei os mesmo erros anteriores, não mas.

Você pode gostar também:

0 comentários

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."