Apaixonada por um 'quase desconhecido'.

agosto 09, 2010



Caminhando distraída, me deparo com seu olhar, aquele que faz meu coração pulsar mais rápido, o olhar do qual eu não consigo controlar. Seu sorriso ilumina-me, faz nascer em mim uma felicidade que antes nunca existirá por alguém "desconhecido".

Tentando entender esse sentimento, fico confusa, sem sentido. Algo nasceu dentro de mim por alguém do qual sei pouquissimas coisas.
Minha timidez impede-me de te conhecer melhor, e tudo o que posso fazer é de longe observar você. Observar-te já me deixa feliz, mas não satisfeita, afinal ainda imagino-me segurando sua mão, sentindo seus abraços e beijos, e chamando-o de meu.
Espero que algum dia você saiba desse sentimento e então tudo que imagino torne-se real.

Você pode gostar também:

0 comentários

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."