Liberte-se

outubro 18, 2010


E eu sinto-me vazia, sem sentimento algum.
Chorar não me liberta mais
e sorrir já não disfarça a solidão dentro de mim.

Pego um caderno e um lápis,
quero escrever,
quero voar...

Gaiolas sempre me prenderam
Eu sempre quis me libertar
Sinto medo.

Não há como escrever
Estou tentando
Estou voando.

Você pode gostar também:

3 comentários

  1. Um dos melhores textos que eu li essa semana... e eu li vários textos essa semana. >_>
    Muito bom, Naya! *-*
    Você sabe usar a tristeza pra deixar o texto lindo e sentimentalmente tocante na medida certa.

    Me identifiquei com o poeminha. ^^'

    http://caixinha-de-tudo.blogspot.com

    ;*

    ResponderExcluir
  2. "e sorrir já não disfarça a solidão dentro de mim".

    Nayara, como a Ana P disse, você soube usar a tristeza para escrever algo cheio de verdade...
    Quando perdemos o jeito com a escrita por conta da tristeza é por que a coisa está séria. Espero que fique bem logo, linda.


    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu blog, muito criativo. Continue assim. Tô seguindo. Abraços :*

    ResponderExcluir

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."