A carta - Game Over

novembro 11, 2010


Escrevo-lhe essa carta, pois confesso que não conseguiria novamente olhar em seus olhos, eu não posso me perder.
Eu desisti, desisti de te observar, eu desisti de enfrentar o seu olhar, eu desisti de tentar ter o seu amor.
O que aconteceu entre nós -se é que aconteceu algo- foi apenas uma demonstração de jogo, jogo de olhares, de sorrisos distantes, de desejo. Eu não quis me iludir, você nunca deu uma chance ao meu amor, então resolvi te esquecer, e distanciei-me, só não esperava por sua reação. Por que fez isso comigo? Apareceu assim der repente, dizendo coisas bonitas, dizendo que gostava de mim? Se isso é verdade porque nunca me disse? afinal você sabia do meu sentimento por ti, por que esperou eu desistir?
E não pense que não te amo mais, porque sim, eu ainda te amo, e eu posso até parecer covarde por não tentar, mas você sempre me ignorou, acho que você gostava de saber que existia alguém que gostava de ti, e usou isso para se sentir melhor, assim rejeitando-me, e eu não entendo, talvez tenha feito isso para falar para os amigos, não sei. É por isso e por tantos outros motivos que desisti, e lamento muito ter visto você vir até mim para dizer que gosta de mim, acho que foi tarde demais, e não pense que estou fazendo o mesmo que fez comigo, porque não, estou fazendo isso para não sofrer novamente, eu sei que sofreria.
Quero lhe pedir desculpas por ter lhe dado as costas enquanto esperava minha resposta, mas eu tive que ir, pois se eu falasse algo, seria 'sim', e eu não podia, eu não posso.
Isso foi só uma demonstração do jogo, e sabemos que iria acabar logo, era só uma diversão, afinal antes de dar Start o jogo já havia acabado.

Você pode gostar também:

4 comentários

  1. segunda feira eu fiz o mesmo que voce, eu me despedi, disse adeus, mas é impressionante como eu sempre fico, ou sempre volto, doi muito, fere muito, mas passa, e passa porque o amor nunca vai ser uma conta matematica, e passa porque um dia simplesmente da, e voce acorda mais mulher pra ele, voce vai ver (:

    ResponderExcluir
  2. "Eu não quis me iludir, você nunca deu uma chance ao meu amor, então resolvi te esquecer, e distanciei-me, só não esperava por sua reação. Por que fez isso comigo? Apareceu assim der repente, dizendo coisas bonitas, dizendo que gostava de mim? Se isso é verdade porque nunca me disse? afinal você sabia do meu sentimento por ti, por que esperou eu desistir?"

    Esse trecho do seu texto me faz lembrar exatamente de uma época da minha vida. Me tocou de verdade. Ótimo texto, parabéns!
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante a comparação das ações com um joga. Criativa como sempre... Em jogos a regra é clara. Alguém sempre perde. .-.

    Estive ausente por um tempo, mas estou de volta. Já me atualizei no que veio postando enquanto estive por fora e quero agradecer por ter frequentado meu blog, mesmo quando eu não vinha ao seu... ^^'

    http://caixinha-de-tudo.blogspot.com

    ;*

    ResponderExcluir
  4. O amor realmente decepciona quando não passa de um jogo. Independente de consciente ou não. Quando já se age planejado ele não vai. E dói. E só dá pra deixar rolar o game over

    ResponderExcluir

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."