A lua e as estrelas.

fevereiro 12, 2011

E quando chega a noite, a unica coisa que faço é abrir a janela de meu quarto. Observo o brilho da lua e das estrelas por um longo tempo, lembrando de momentos que nunca mais irão voltar, sorrio, feliz por ter acontecido ao menos uma vez.
Faço um pedido as estrelas, eu peço para manter-me firme e forte independente de qualquer obstáculo, peço tranqüilidade para poder sorrir, sem ter que precisar de um motivo para isso.
Eu quero me encontrar nesse mundo tão grande. Eu quero enxergar o brilho que existe dentro de mim, assim como a lua e as estrelas. Eu quero ser o motivo de um sorriso de alguém.
Eu quero ser a luz nessa imensa escuridão.


 Pegue seu selo aqui

Você pode gostar também:

3 comentários

  1. Adorei o texto,
    realmente há momentos em que sempre pensamos assim,
    obrigada por me tocar com seus textos e também, pelos dois selinhos!
    Adorei!!
    beijinhos,
    boa noite.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, quantas vezes eu peço " tranqüilidade para poder sorrir, sem ter que precisar de um motivo para isso."
    Apesar de simples, deu pra perceber muita verdade no seu texto. No fundo é o que todos queremos, ser alguém importante, ter o nosso próprio brilho , fazer a diferença (:
    Gostei muito do seu lay , viu rs
    Bgs :*

    ResponderExcluir
  3. Tem selo para você no meu blog. Depois passe lá para buscar.

    http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/2011/02/concurso-nacional-de-cronicas-e-poesias.html

    Beijos

    ResponderExcluir

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."