Meus sentimentos em um papel.

março 04, 2011


-
Amor, lhe escrevo essa carta pois tenho muito o que lhe dizer, porém eu não consigo, então optei pela escrita, você sabe, é melhor pra mim, é mais fácil. "Tudo o que não tenho coragem de dizer, eu escrevo."
Já faz um tempo que eu venho pensando em você, na verdade eu nunca deixei de pensar em você, mas ultimamente isso está freqüente, e mais forte. É, eu sinto a sua falta.
Devo confessar que lhe enganei, lembra-se quando perguntou-me se eu ainda lhe amava? então, eu menti dizendo que não lhe amava mais, mas não chateie-se  comigo, eu achava que havia lhe esquecido, apesar de tudo comprovar que não. Eu queria mostrar-lhe que era forte, mas tudo que envolve você, me deixa frágil, confusa. Desculpe-me.
Sempre que lhe vejo meu coração acelera, eu tento encontrar o seu olhar, mas você sempre os desvia. Isso machuca-me.
Depois de todo o sofrimento que passei, eu não devia lhe amar, mas todos os momentos bons que passei ao seu lado são mais fortes que tudo. Desejo-lhe incontrolavelmente.
Eu lhe peço, não faça nada que possa separar mais ainda você de mim, não vá embora, eu te quero junto a mim.
Talvez tudo o que escrevo nesta carta não lhe faça diferença, eu não sei dos seus sentimentos, mas quando passar por mim olhe em meus olhos, você verá, você sentirá o amor que eu sinto por ti. E saiba que é com esses olhos que eu choro todas as noites, ao lembrar de você.
Eu sei, eu não devia estar fazendo isso, mas eu cansei de dizer que está tudo bem, cansei de resistir aos meus sentimentos, de resistir a você. Eu preciso arriscar-me.
Espero que não tenha se incomodado por eu ter lhe chamado de amor no inicio da carta, eu sei que não tenho mais esse direito, mas pra mim é como se nada tivesse acabado. Você sempre será, pra mim, o meu amor. 
Eu te amo.


N.

Você pode gostar também:

6 comentários

  1. É Nay, uma hora é preciso criar coragem, se arriscar e demonstrar o que realmente sentimos. Não é fácil, mas alivia tanto, não é?
    Não sei se esses sentimentos são reais, ou se é algo fictício, mas de qualquer forma, espero que tudo se ajeite. E que esse amor seja sentido por 2, não apenas por um :)
    Bgs ;*

    ResponderExcluir
  2. Linda carta, aliás, lindas palavras; uma pena que ela tenham saído apenas dos seus dedos e não da sua boca. Mostre sua atitude, diga o que sente, não apenas escreva. A maioria dos nossos textos podem ser fictícios, mas com eles podemos aprender a não deixar aquela história acontecer na nossa vida. Se um dia quiser dizer algo: DIGA, não deixe pra escrever uma carta depois e se escrever: Entregue-a. Não guarde na sua gaveta.

    beijos coração

    ResponderExcluir
  3. Tem selo para você no meu blog. Depois passe lá para buscar.

    http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/2011/03/sobre-uma-qualquer-vida.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Como seu blog é fofinho, fiz um meme especial para você!

    http://www.primeiro-livro.com/2011/03/seu-blog-e-muito-fofinho-meme.html

    Espero que goste!
    Beijinhos,

    ResponderExcluir
  5. Primeira vez no seu blog! Sim, acabei te adicionando porque estou começando a achar interessante a forma de se expressar de outros blogueiros. Eles passam tudo de forma intensa, como se estivessem tirando de si um corpo estranho.

    Ah, e só pra constar: gostei do seu blog
    =)

    ResponderExcluir
  6. Admiro muito seus textos, parabéns linda!
    Tens muito talento e se expressa muito bem com as palavras.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."