Eu e as folhas


As folhas de outono,
que seguem sem rumo,
esbarrando no desconhecido.
Oh bandido.
Querido amigo.

Quem a vê?
Como a vê?
Pode estar acompanhada.
Pobre folha solitária.
Amando.
Magoada amada.
Ela não para.

O vento desejando-a no ar.
A folha dançante.
Inconstante.
Errante.
Desejando o toque.
A toque.

Sinta a frieza,
a doçura.
Sinta o vento a levar.
Sem rumo.
Sem saber.
Com destino a morrer.


Pegue seu selo aqui.

Instagram