Em meio ao ódio, o amor

setembro 28, 2012


Odeio quando me ignora ou finge não se importar. 
Odeio sempre que brinca com coisas sérias. 
Odeio quando ri quando fala algo bonito. 
Fico confusa se é verdade ou não. 
Odeio quando não entende nada que eu digo ou quando você não sabe explicar.
Odeio quando brigamos pelo que não foi dito, mas sim mal compreendido. 
Odeio essa distancia ou quando estamos por perto e não sabemos aproveitar. 
Odeio a forma como me trata diferente quando me vê.
Odeio quando me deixa sem jeito e o fato de me deixar sem reação sempre que o vejo. 
Odeio quando fala por nós dois. 
Odeio quando me magoa e não sabe se desculpar. 
Odeio essa sua mania de achar que um bilhetinho pode resolver tudo, mesmo sendo verdade. 
Odeio quando escreve ou fala errado e por achar ruim que eu te corrija. 
Odeio essa necessidade que você me faz ter de te contrariar. 
Odeio quando me faz chorar mesmo sem saber que me faz chorar. 
Odeio essa sensação de insuficiente sempre que diz que não queremos nada um com o outro.
Odeio que não queira, ou que esconda que quer. 
Odeio não saber se quero. 
Odeio essa dúvida. 
Odeio quando esquece de mim e quando me pede desculpa por alguma coisa diversas vezes sem parar, mesmo sabendo que odeio isso. 
Odeio quando me faz ciumes ou quando sentis ciumes, mesmo significando algo. 
Odeio quando me faz pensar que significa algo. 
E odeio, por fim, o fato de não te odiar. 
E em meio a tanto ódio, ainda assim, conseguir te amar.



Texto inspirado no filme "10 coisas que eu odeio em você". É antigo, mas é muito legal, já assisti diversas vezes e sinceramente ainda não enjoei, no link acima tem o poema que a protagonista escreveu e cita no filme. Caso não tenham assistido, super recomendo.



*A palavra "odeio" usada no texto, só foi uma forma de expressão,
 até porque o ódio não se faz presente em mim.*

Você pode gostar também:

1 comentários

  1. Ameeeei o texto *-*
    Segue meu blog se gostar?
    http://theworldoflena.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"O escritor é um homem que mais do que qualquer outro tem dificuldade para escrever."